Nordeste Forte discute fomento à inovação com a FINEP

← Voltar para as notícias

28/01/2020   17h32

O fomento à inovação e ao desenvolvimento de tecnologia na região foi um dos principais temas da primeira reunião do ano da Associação Nordeste Forte, entidade que congrega as nove Federações das Indústrias e é presidida por Amaro Sales de Araújo. A reunião, na sede da CNI (Confederação Nacional das Indústrias), em Brasília, contou com a participação de diretores da Finep, a agência pública vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia responsável por financiar projetos de inovação e melhorias tecnológicas das empesas, desde a pesquisa básica até a preparação de produtos para o mercado.

 

“A presença dos diretores da Finep é importante, porque a inovação, na economia moderna, é um dos temas principais. Por isso, a Associação Nordeste Forte tem a preocupação de incentivar a aproximação das empresas com as instituições de pesquisa. A CNI tem feito esse trabalho, que deve ser permanente, não pode ser esquecido e precisa ter uma ênfase regional”, destacou Amaro Sales.

 

Ele lembrou que a Nordeste Forte foi articulada em função das necessidades específicas da região. “Temos os temas nacionais conduzidos pela CNI e cabe à Associação, como tem feito, conquistar o espaço para as questões específicas do Nordeste, por isso trouxemos os diretores da Finep para fazer a análise da inovação do ponto de vista dos desafios regionais”, acrescentou.

 

Diretor de Inovação da Finep, Alberto Pinheiro reconheceu que é necessária uma atuação da Agência voltada para os problemas da região. “Devemos colocar um olhar específico no Nordeste [com relação ao estímulo à inovação]”, afirmou, durante a palestra.

 

Ele fez uma explanação sobre como o papel da Agência e como é feito o financiamento dos projetos de pesquisa e desenvolvimento tecnológico. “A Finep é uma empresa pública não dependente, vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, além de ser a única agência de fomento com essas características no país. Atua na ciência, pesquisa, desenvolvimento, voltada ao mercado e à sociedade para gerar riqueza e melhoria de qualidade vida na sociedade”, destacou.

Durante a reunião da Associação Nordeste Forte, nesta segunda-feira (27), também foi apresentada a prestação de contas sobre as atividades da entidade em 2019, discutida a reforma tributária, os projetos de lei de interesse regional em tramitação no Congresso Nacional.

 

Na tarde deste terça-feira à tarde, o presidente da Nordeste Forte, Amaro Sales, juntamente com demais diretores e associados participarão de reunião no Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).