Empresas atendidas pelo IEL são destaques nacionais em Inovação

← Voltar para as notícias

21/08/2019   17h06
Três empresas atendidas na área de Inovação pela Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), por meio do Instituto Euvaldo Lodi (IEL/AL), foram destaques durante o seminário “Casos de Inovação da Indústria”. O evento foi realizado pela Mobilização Empresarial pela Inovação (MEI) no dia 13 último, no Museu de Arte de São Paulo (Masp), na capital paulista.
As histórias da Norvinco e da Prisco Ambiental foram contadas na publicação “Inovar é desenvolver a indústria do futuro: 30 casos de inovação em pequenas, médias e grandes empresa”, lançada durante o seminário pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Nacional de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).
A Norvinco se destaca pela Caixa Ecotérmica. De médio porte, a empresa do setor de embalagens inovou com a criação da embalagem que proporciona o transporte seguro de produtos termossensíveis, lançada em 2017. A solução inovadora utiliza um isolante térmico de politereftalato de etileno ou poliéster (PET), a partir de plásticos reciclados.
“Também reduz os custos de transporte, pois a cubagem é menor do que a das embalagens de isopor e, por ser desmontável, a Caixa Ecotérmica permite igualmente a redução de volume de estocagem. A parceria com o Inova Talentos do IEL e com a Agência de Desenvolvimento de Alagoas (Desenvolve) foi fundamental para esse sucesso”, relata a publicação.
A Prisco Ambiental é uma pequena empresa que inovou no desenvolvimento de estações compactas e de baixo custo para tratar esgoto lançado no mar e para atender a conjuntos habitacionais do Programa Minha Casa Minha Vida.
Outra empresa alagoana, a Illa Sorvetes, também entrou em um grupo seleto. A história do programa de gestão da inovação da fábrica de sorvetes é contada na publicação “10 boas práticas de gestão da inovação em micro e pequenas empresas”, também lançado pela CNI e Sebrae.
A coordenadora de Inovação e Pesquisa do Sistema Fiea, Eliana Sá, que participou do seminário, ressalta a importância do apoio institucional para a inserção da gestão da inovação na estratégia competitiva das empresas alagoanas.