Pleito da Nordeste Forte ao BNB é encaminhado aos ministérios da Fazenda e Integração

← Voltar para as notícias

27/11/2018   13h29

O presidente da FIERN  e da Associação Nordeste Forte (ANF), Amaro Sales de Araújo, comunicou hoje (27), durante reunião da entidade, em Brasília, a resposta do Banco do Nordeste do Brasil (BNB) ao pleito feito pela Associação no dia 12 de setembro, solicitando considerar a possibilidade de restabelecimento do prazo de 36 meses para financiamento de recursos FNE Giro (Programa de financiamento da aquisição isolada de matérias-primas, insumos, mercadorias e gastos gerais para o funcionamento do empreendimento) e renegociação.

O BNB informou na carta que considera pertinente o pleito: “Tratando especificamente os pontos constantes da carta encaminhada por essa Associação em 12 de setembro de 2018, informamos que, em recente solicitação, foi proposta ao Ministério da Integração Nacional e ao Ministério da Fazenda a revisão dos atuais prazos para o financiamento de capital de giro nos termos propostos em referida carta, o que, uma vez acatado por essas instâncias, repercutirá em prazos de renegociação”.

Na reunião também foi tratada a proposta de consultoria Nordeste Forte; informações e ações realizadas sobre o Projeto de Lei 5.992/2016 e 10.160/2018; e apresentação das ações conjuntas dos SENAI’s departamentos regionais do Nordeste e do SENAI Cimatec.

Participaram da reunião o vice-presidente da FIERN e suplente do presidente na ANF, Pedro Terceiro de Melo; e o diretor-tesoureiro da FIERN, Roberto Serquiz; o diretor regional do SENAI/RN, Emerson Batista; além dos demais presidentes de federações do Nordeste que compõem o quadro de associados.