3° Edição dos Diálogos da Carnaúba enfatiza soluções e boas práticas no ciclo produtivo da cera no Estado

← Voltar para as notícias

21/11/2018   11h22

Na missão de disseminar conhecimento e alavancar discussões de melhorias para o setor cerífero no Estado, a terceira edição dos Diálogos da Carnaúba estará chegando em Russas, cerca de 170 km de Fortaleza. Realizado pela Associação Caatinga, patrocinado pelo SINDCARNAÚBA por meio do Projeto Carnaúba Sustentável e com apoio da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC) o projeto traz à tona os conhecimentos e práticas de qualificação e melhoramento da cadeia produtiva da cera de carnaúba.

Ao longo do ano de 2018 ocorreram duas edições do mesmo evento, o primeiro em Sobral (CE) e posteriormente em Granja (CE), reunindo cerca 300 pessoas. Russas é a última parada do ciclo de encontros de 2018 e contará com a presença de diversos atores da cadeia: representantes do poder público, iniciativa privada e sociedade civil organizada, bem como trabalhadores rurais e membros da Câmara Setorial da Carnaúba.

Na ocasião, acontecerão três oficinas: Na primeira, será abordada a temática da Saúde e Segurança do Trabalho no extrativismo da carnaúba, com os temas: EPIs (equipamentos de proteção individual), manejo seguro das ferramentas de trabalho, orientações sobre saúde e higiene, condições de alimentação, alojamento, e tudo aquilo que o trabalhador precisa para ter sua saúde e dignidade asseguradas no ambiente de trabalho. A segunda oficina traz informações sobre a Regularização das Relações de Trabalho no Campo, importância da carteira assinada, benefícios e documentações necessárias para que o trabalhador e produtor rural estejam sob o amparo da legislação trabalhista. Já na terceira oficina, o tema Educação Previdenciária e Aposentadoria Rural esclarecerá dúvidas importantes dos trabalhadores sobre esses benefícios que guardam características específicas para o ambiente rural.

Diálogos da Carnaúba e projeto Carnaúba Sustentável

Fechando o ano de 2018 em sua sétima edição, o Diálogos da Carnaúba se torna evento cativo no Estado do Ceará desde 2016. A proposta dos encontros é reunir os mais diversos setores da cadeia produtiva da cera de carnaúba e realizar uma série de debates ostensivos com a finalidade de traçar ações prioritárias para a qualificação e sustentabilidade da produção.

O projeto também financia a implantação de tecnologias sociais em comunidades carnaubeiras de Granja e Morrinhos. São cisternas de placas (para captação de água da chuva), fogões ecoeficientes (que reduz em até 40% o consumo de lenha) e sistemas de bioágua (reuso das águas cinzas – aquelas usadas na lavagem da louça, roupas e banho). A implantação dessas tecnologias visa a melhoraria da qualidade de vida das famílias que necessitam do trabalho da extração da cera para sua sobrevivência, além de contribuir com a segurança hídrica e alimentar e reduzir a vulnerabilidade social.

A cera

A cera de carnaúba é considerada um produto nobre, tendo os mercados internos e externos garantidos, principalmente pela exigência cada vez maior por produtos naturais e ecologicamente corretos. Além da infinidade de aplicações, a extração da cera não causa danos ao meio ambiente, pois as folhas retiradas na colheita são repostas no ano seguinte, o que evidencia a característica sustentável do processo de extração.

A importância da cera está também no fato de ser extraída no período de estiagem, quando a produtividade da agricultura familiar sofre com a falta d’água. Além disso, o extrativismo da carnaúba está ligado à preservação dessa espécie nativa, pois os carnaubais abandonados são frequentemente vítimas da espécie invasora unha-do-diabo, que sufoca e mata a palmeira cerífera.  A Carnaubeira é considerada símbolo do Ceará e a sua derrubada é proibida por lei, sendo o oitavo item mais exportado do Estado e o quarto entre o agronegócio. 95% da cera é exportada para o mercado internacional (30% desse total para os EUA) e apenas 5% para o mercado interno, segundo a Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (ADECE).

Programação

08:00 – Coffee break servido aos participantes

08:30 – Abertura do cerimonial e anúncio da programação

08:45 – Oficina – Regularização das relações de trabalho no campo

09:45 – Oficina – Saúde e Segurança do trabalho no extrativismo da Carnaúba

10:45 – Pausa para lanche, água, café

11:00 – Oficina – Educação Previdenciária e Aposentadoria Rural – INSS

12:30 – Abertura para perguntas

13:00 – Almoço

 

Serviço

Local: CVT de Russas: Trav. Pedro Araújo, S/N – Centro; Russas – CE

Horário: 8h às 13h (com almoço de encerramento)

Data: 30/11/2018